4 insights para reinventar a sua organização em tempos de crise



TRANSFORMAÇÃO. Essa provavelmente foi a palavra mais ouvida em apresentações nas empresas nos últimos anos.


Mas o cenário atual forçou a todas as empresas, independente do seu tamanho e segmento, a tirar as palavras e planos do Powerpoint.


O contexto de negócio está pedindo ação.


Mas... o que fazer?

Seguir para qual direção?

Mudar o quê no modelo de negócios?


E os canais de venda? O que precisa mudar? No que a sua empresa precisa passar a ser muito boa em fazer e ainda não faz hoje?


Abaixo, compartilho com vocês algumas reflexões para reinventar a sua empresa em tempos de crise. Você vai observar que a maior parte das ideias são extremamente simples.


Mas uma das coisas que aprendi na carreira como Executivo nos últimos 20 anos é que, em momentos de crise, criar soluções reais que realmente geram resultados é mais importante que inventar ações complexas e mirabolantes.


Vamos lá?


1. Identifique claramente quais são os problemas que as pessoas estão precisando resolver hoje.


Nesse cenário que estamos vivendo as necessidades das pessoas mudaram. Muitas estão focando naquilo que é essencial para a sua sobrevivência.


Se o seu negócio é voltado para pessoa física, busque mapear os 5 principais problemas que as pessoas precisam resolver.


Se o seu negócio é voltado para outras empresas, coloque-se na pele dos sócios ou do time executivo dessas empresas. Identifique os 5 principais elementos que estão tirando o sono dessas pessoas para manter a empresa de pé.


2. Faça um 'match' entre as soluções que a sua empresa oferece e as necessidades atuais das pessoas.


Faca uma lista de todas as soluções que a sua empresa oferece. E tente fazer um 'match' entre essas soluções e os problemas que os seus clientes, em geral, vão precisar resolver nas próximas semanas.


Se a sua empresa não tiver nenhum produto que consiga eliminar ou aliviar essas dores, você tem, por exemplo, duas alternativas:


a. Criar novos produtos e serviços para esses clientes: de preferência, algo que você possa criar e executar rapidamente.


b. Estudar outros mercados para identificar desafios que você nem sabia que existiam: Conhecer outros mercados pode ampliar a sua visão. Isso pode permitir que você se inspire em soluções que outras empresas estão criando para colocar em ação em seu mercado. Ou pode até gerar insights para você atuar em outros mercados que nem imaginava.


Observe que as duas opções não são excludentes.

Você pode explorar essas duas alternativas


3. Descobrir novas capabilities para a sua empresa.


Ao observar as necessidades das pessoas, você poderá descobrir que sua empresa precisará ser muito boa em fazer coisas que não vinha fazendo por falta de tempo.


Por exemplo: caso a sua empresa não possua nenhum posicionamento estratégico nas redes sociais ou não possua nenhum tipo de operação de venda de seus serviços via ecommerce, esse é o melhor momento para desenvolver a sua empresa nesse sentido.


A falta de tempo era a maior desculpa que as pessoas tinham para não aprender a realizar algo novo. Ou para, por exemplo, posicionar a empresa de uma outra forma nas redes sociais ou criando novos canais de venda e relacionamento com seus clientes.


Digitalização será um caminho sem volta para os próximos anos.

Isso já era verdade antes da crise.

E hoje se tornou imperativo para qualquer negócio.

Veja: nesse período de crise, com as pessoas em casa, o Instagram está bombando com novas ideias. São centenas de "lives" acontecendo todos os dias.


São "lives" de especialistas, de escolas de negócios, de consultores, de aceleradoras de startups, de empresários de diferentes segmentos...


Estão surgindo boas reflexões e ideias de pessoas e empresas reinventando seus negócios e buscando fontes de receitas de diferentes maneiras.


E muitas que não estão vendendo inicialmente estão aproveitando o momento para posicionar sua marca de forma diferenciada.


Esse é um exemplo relacionado a posicionamento nas redes sociais, mas vale para outras competências que seus Executivos, Líderes e Colaboradores precisem desenvolver no curto e médio prazo.


O fato é que cortar investimentos em desenvolvimento por completo nesse momento pode ser um verdadeiro tiro no pé. Há competências críticas que seus Executivos, Líderes e Equipes precisam desenvolver urgentemente para turbinar os resultados dessa crise.

Só não confunda treinamento com ações em sala de aula, de forma tradicional - ainda mais em tempos onde esse desenvolvimento possa acontecer de forma virtual, prática e que gerem alto retorno de forma rápida.


Sem sair do escritório, nós aqui da FUTURO S/A temos ajudado nossos clientes com ações que utilizam, por exemplo, 1 ou 2 horas de sessões virtuais acompanhados de ações pré e pós cada encontro.


Os clientes têm se mostrado surpresos com a praticidade e os resultados que temos obtido mesmo em sessões virtuais. Até criação de programa de liderança temos realizado!


4. Repensar a sua estratégia e modelo de negócio


Nada melhor que uma crise para analisar o seu modelo de negócios não só para o curto prazo, mas mirando também o médio prazo. A maior parte dos negócios serão afetados por conta das mudanças de hábitos das pessoas durante esse momento.


É essencial analisar se a sua estratégia antes da crise será a mesma depois que essa crise terminar. Algumas perguntas importantes que podem ser respondidas?


a. Quem são e quem serão os seus clientes após essa crise? Por que eles vão comprar da sua empresa?


b. Qual o valor que a sua empresa gera hoje para esses clientes? O que muda nessa proposta de valor depois da crise?


c. Quais problemas que você irá resolver e não está resolvendo? Quais novos produtos precisam ser criados?


d. Quais os canais que esses clientes preferem ser encontrados? Ecommerce, vendedores, lojas físicas, telefone, redes sociais...?


e. Como sua empresa vai conquistar, engajar e desenvolver seus clientes ao longo do tempo?


f. Qual o CAC (Custo de Aquisição de Cliente), LTV (Lifetime Value) & Churn (Retenção) para o seu negócio?


g. Quais os recursos necessários para sustentar o modelo de negócios?


_______


Bom, dá vontade de escrever um livro sobre esse assunto.


Mas, como disse la no início do post, meu objetivo era apenas compartilhar algumas ideias simples que podem gerar ação e movimento para você e sua empresa nesse cenário de crise.


Há 2 modelos que temos utilizado com nossos clientes que têm tido um mega impacto em seus processos de transformação:


Um desses modelos é o "Future Design Model" que trabalha com as tendências e com o reposicionamento da Proposta de Valor de uma área ou empresa.


E o outro é o que chamamos aqui de "3 pilares de transformação". Ele vale para a transformação de qualquer área e até de qualquer empresa.


Se você curtiu esse post, você também poderá gostar desses:

  • 10 perguntas estratégicas para transformar a sua empresa. Clique aqui.

  • Quer criar o futuro? Foque nas "next practices". Clique aqui.

  • Você conhece as 50 empresas que estão criando o futuro? Clique aqui.

Não perca mais nenhum post da FUTURO S/A!

Receba seus posts diretamente em seu email. É só clicar aqui.


Conheça o nosso livro!

Faça o download grátis das primeiras páginas clicando aqui.


Saiba tudo que a FUTURO S/A faz.

É só clicar aqui.


Quer falar com a gente?

É só clicar aqui.

FALE CONOSCO

Todos os direitos reservados © 2019-2020

FUTURO S/A

  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon