5 perguntas sobre o Futuro para Viviane Gaspari, VP de RH América Latina da Bayer Crop Science



Dando continuidade ao nosso "5 Perguntas sobre o futuro" tenho o prazer de compartilhar o papo com minha amiga Viviane Gaspari.


Eu e a Viviane tivemos a oportunidade de atuar juntos em diferentes projetos e ações de transformação. Nesse papo, a Viviane compartilhou com a gente sua visão sobre:


1. O que faz um RH ser relevante e gerar alto impacto em uma organização.


2. As principais habilidades que Líderes e Profissionais de RH precisam desenvolver.


3. As principais características das Organizações que terão destaque nos próximos anos.


4. As habilidades que serão essenciais para os profissionais que desejam ter sucesso nos próximos anos.


5. As suas estratégias para se desenvolver como Líder e Profissional de RH.


Vamos lá?

Confira o resultado desse papo abaixo.

1) Na sua visão, o que faz um RH ser relevante e gerar alto impacto em uma organização?

Esta jornada inicia com o próprio RH assumindo seu papel estratégico, ou seja, quando o RH não somente apoia mas é parte crucial do negócio.


Negócio e pessoas andam lado a lado e somente desta forma a área de RH é capaz de entender a estratégia de negócio e projetar uma estratégia de pessoas que traduza e muitas vezes antecipe as necessidades do negócio e que esteja baseada em como a organização, realmente, funciona.

É importante ainda criar e acompanhar esta estratégica com métricas claras e assim como no negócio, precisamos oferecer dados para melhor tomada de decisão sobre pessoas.


É desta forma que mostramos de forma objetiva nossa relevância.


E pra ser relevante e gerar impacto, temos que abandonar a antiga visão de que somos uma área de apoio e ressignificar nosso papel nas decisões do negócio.

2) O que falta para o RH passar a atuar dessa forma? Quais as principais habilidades que Líderes e Profissionais de RH precisam desenvolver?

É preciso que os próprios profissionais de RH entendam que estamos além da criação de políticas de Recrutamento e Seleção, portfólio de treinamentos e faixas salariais.


Somos parceiros na execução efetiva da estratégia de negócios, na transformação organizacional e cultural da organização.

Líderes devem assumir o protagonismo na gestão de suas equipes, individualizar os planos que desenvolvem e retém seus ⁹, fugir da tradicional estratégia de “one size fits all”.


E no outro extremo desta linha de propriedade do papel do líder está o RH, que deve estar confortável em transferir ao líder o que é papel do líder.


Esta questão do “desapego” tem sido um desafio nas organizações e um ponto importante no desenvolvimento dos profissionais de RH.


A mudança começa dentro de cada um. Temos que nos perceber como parte do negócio e entender a relevância do nosso papel.

3) Na sua visão, quais as principais características das Organizações que terão destaque nos próximos anos? Quais os principais desafios das organizações mais tradicionais para poder competir nesse ambiente?

Cada vez mais tenho falado sobre o conceito de empresa social, ou seja, a capacidade das organizações de combinar o crescimento do negócio com o apoio e respeito a sociedade e meio ambiente.


Para isso vejo que novos atributos se tornam cruciais para competir neste ambiente.


O primeiro que vejo é a capacidade das organizações de falarem não mais de seus objetivos mas de seu propósito incorporando todos os aspectos do trabalho.


Outro aspecto importante é a agilidade: as empresas devem estar projetadas e estruturadas de forma a maximizar nossos talentos humanos, mas apta a se ajustar rapidamente ao continuo processo de transformação.


E por fim, uma mudança de perspectiva/mindset: uma organização que incentiva e adota uma orientação futura, perguntando não apenas como otimizar para hoje, mas como criar valor amanhã.


Estamos em constante transformação e esse cenário se torna cada vez mais presente. Portanto, é necessário dar sempre um passo adiante.


Mudar nossa forma de pensar. Pensar não somente em alternativas de humanizar um ambiente de trabalho inundado pela tecnologia, mas aproveitar o que a tecnologia traz para humanizar o ambiente de trabalho.

4) Quais as habilidades que você acredita que serão essenciais para os profissionais que desejam ter sucesso nos próximos anos?

Impossível refletir sobre o futuro e não pensar nos impactos que esta pandemia tem tido nas pessoas e organizações.


É cada vez mais difícil fazer previsões. A Covid-19 reforçou a convicção de que pessoas e tecnologias são essenciais para as organizações.


Enquanto as empresas procuravam adaptar-se rapidamente em resposta à crise, elas descobriram que a tecnologia não foi o maior desafio e sim, a construção de modelos para integrar pessoas com essas tecnologias.


Foi fundamental criar novos hábitos e práticas de gerenciamento de como as pessoas se adaptam, se comportam e trabalham em parceria com a tecnologia disponível; satisfazer necessidades distintamente humanas, como o desejo de significado, conexão e bem-estar no trabalho.


Neste contexto, para mim a resiliência assume o principal papel neste hall de habilidades.


Além disso, a capacidade de ser inclusivo, entender e respeitar as diferenças e a agilidade, uma vez que a única certeza que seguimos tendo, é que algo mudará uma vez que estamos em constante transformação.


5) Quais são as suas estratégias para se desenvolver como Líder e Profissional de RH?

André, aprendi que mudar e transformar são coisas bem distintas e muitas vezes encaramos da mesma forma. Mudar é fazer algo de forma diferente.


Transformar é abandonar completamente a sua antiga forma antiga de pensar e agir.


Minha estratégia é estar em constante transformação e portanto me desafiando constantemente.


Desafio minha forma de pensar, criar e tomar decisões. Sou muito intencional em olhar pra dentro e fugir da minha zona de conforto.


Se percebo que está confortável, é hora de movimentar!


__________


Confira também os últimos posts dessa temporada:


5 Perguntas sobre o futuro para José Renato Domingues, VP Corporativo da CTG Brasil.

Clique aqui para acessar o post.


5 Perguntas sobre o Futuro para Noélia Cordero, Head de RH Americas da Nokia

Clique aqui para acessar o post.

3a temporada completa da série "5 perguntas sobre o futuro".

Clique aqui para acessar.


2a temporada completa da série "5 perguntas sobre o futuro"

Clique aqui para acessar.


1a temporada completa da série "5 perguntas sobre o futuro".

Clique aqui para acessar.

Não perca mais nenhum post da FUTURO S/A! Receba seus posts diretamente em seu email. É só clicar aqui. Conheça o nosso livro! Faça o download grátis das primeiras páginas clicando aqui. Saiba tudo que a FUTURO S/A faz. É só clicar aqui.

FALE CONOSCO

Todos os direitos reservados © 2019-2020

FUTURO S/A

  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon