5 perguntas sobre o futuro para Wilson Lima, Diretor de RH da Youse Seguros



Conheci o Wilson Lima esse ano em nossa participação, junto com a Soraya Bahde, para o Programa Felicidade Ilimitada da Rádio Globo. Mesmo sem nunca termos falado antes na vida, foi incrível como o papo com ele e com a Soraya fluiu - a ponto de acharmos que era uma pegadinha depois que a gravação acabou depois de uma hora de conversa sem parar.


O Wilson é Diretor de RH da Youse Seguros. Abaixo você pode conferir o resultado de nosso papo. Falamos sobre o protagonismo do RH, das habilidades do futuro e, ao final, rolou até indicação de três ótimos livros para quem deseja se tornar um líder relevante na próxima década.


Segue o papo!


1. Na sua visão, o que faz um RH ser relevante e gerar alto impacto em uma organização?

Estar verdadeiramente conectado com as dores e desafios da empresa. E reagir muito mais às mudanças do que a um plano (não que planos não sejam importantes).


É mais do que RH estratégico. Afinal de contas, se uma área está ligada a estratégia, ela é estratégica, o RH deve fazer parte do cotidiano de todas as discussões da empresa. Quando o RH não é convidado para estas discussões, ao invés de pensar que está sendo negligenciado, deve atentar-se o quanto pode estar sendo irrelevante, daí os "não-convites".

2. O que falta para o RH passar a atuar dessa forma? Quais as principais habilidades que Líderes e Profissionais de RH precisam desenvolver?

Ser mais profundo nas análises, tomando cuidado com os clichês.

Muitos fazem sentido e outros são puro modismo.


Outra coisa importante é conviver bastante tempo com outras áreas. Se quase 100% do seu tempo você vive RH, terá dificuldade de entender dores de outras áreas. Por isso, é fundamental estar presente aonde de fato as coisas acontecem. Além de aumentar o conhecimento, aumenta a credibilidade.


As habilidades eu trataria 3 como prioridade: inconformismo, curiosidade e a promoção contínua da diversidade. Apesar de estarmos falando de futuro, creio que estes 3 pontos são atemporais.

3. Na sua visão, quais as principais características das Organizações que terão destaque nessa Era Digital? Quais os principais desafios das organizações mais tradicionais para poder competir nesse ambiente?

Creio que as organizações que genuinamente cuidem de pessoas, no sentido mais amplo da palavra.


Fazer um processo de contratação é cuidar de pessoas. Apoiar o desenvolvimento das pessoas que querem se desenvolver é cuidar de pessoas. Até na hora do desligamento isto é testado, pois um processo de desligamento bem conduzido, também é cuidar de pessoas.


Acho que as empresas tradicionais podem não ter grandes problemas. O receio são as empresas lentas e de gestão extremamente centralizada. Nestes casos, os ciclos de aprendizado tendem a ser mais longos, o que nos tempos atuais representa um risco elevadíssimo.


É necessário tomar um cuidado com esta divisão entre "start-ups" e empresas "tradicionais". É fundamental analisarmos bons cases independentemente dos rótulos.

4. Quais as habilidades que você acredita que serão essenciais para os profissionais que desejam ter sucesso nos próximos anos?


Como citei anteriormente acho curiosidade e ser inconformado são relevantes para qualquer nível da organização. Por mais que vc tenha habilidades técnicas e elas também são extremamente importantes, o que faz sair do lugar é o comportamento.


Supondo que vc tenha um raciocínio lógico incrível, isto é ótimo. Mas se você não for curioso, este conhecimento pode não resolver questões que são fundamentais para qualquer empresa.

5. Quais são os livros essenciais que você recomendaria para quem deseja se tornar um Líder relevante nessa próxima década?


Gostei bastante do "Como fazer o dobro do trabalho na metade do tempo", do Jeff Sutherland, criador do Scrum.


"A Estrada do Futuro", do Bill Gates, é um livro da década de 90 e continua com conceitos super aplicáveis.


E, por fim, um livro de 2 brasileiros: Glauter Jannuzzi e Ricardo Abreu, chamado "Espírito de Startup - Tudo Ao Mesmo Tempo Agora". Apesar do título "startup" é aplicável a diferentes momentos, e qualquer tipo de empresa. E como os autores são brasileiros, os exemplos locais conversam conosco de forma mais próxima.


FUTURO S/A

Faça a Transformação Acontecer

www.futurosa.com.br


________________________


Não perca mais nenhum Post da FUTURO S/A!

Se você curtiu esse post, assine a Newsletter da Futuro S/A para receber os novos posts diretamente em seu email.


É super simples!

Basta clicar aqui e registrar seu email.


_________________________


TELEGRAM: t.me/futurosa

INSTAGRAM: www.instagram.com/futuro_sa

FALE CONOSCO

Todos os direitos reservados © 2019-2020

FUTURO S/A

  • Instagram Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Spotify ícone social