Amazon GO em qualquer loja: entenda o impacto disso no mundo do trabalho, dos negócios e até do RH!



E se a sua empresa pudesse criar a sua própria Amazon Go?


A Amazon anunciou ontem que vai iniciar as vendas para licenciar toda a tecnologia da Amazon Go para qualquer empresa.


Não lembra o que é a Amazon Go? São aquelas lojas de conveniência da própria Amazon totalmente automatizadas e sem funcionários. Se você não se lembra bem ou nunca ouviu falar, é só dar o play nesse vídeo de 1 minutinho aqui embaixo.


Mas se você já conhece, segue o fluxo do texto! :-)



Toda a tecnologia que permite o funcionamento da Amazon GO, chamada de "Just Walk Out", tem o potencial de se tornar muito mais lucrativa para a Amazon do que lançar lojas próprias.


Sabe por quê? A tendência é que diversas redes de varejo se interessem pelo modelo. E isso pode ir muito além de lojas de conveniência nas ruas ou em postos de gasolina. Pode ser uma mini livraria. Pode ser uma farmácia. Até uma loja de roupas! As possibilidadades são inúmeras.


A estimativa inicial dos Analistas de Mercado nos EUA é que seja um negócio que pode render US$50 bilhões para a Amazon nos próximos anos - só nos EUA!


Mas... Quais os impactos disso no mundo dos negócios?

Quais Insights podemos tirar desse movimento para o Futuro do Trabalho?

Quais as oportunidades que um movimento como esse pode gerar para o seu negócio?


Seguem algumas reflexões que podem gerar impacto até para o RH da sua empresa:


1. IMPACTOS PARA O SEU TRABALHO E SUA CARREIRA

O Futuro do Trabalho ficará ainda mais presente nas nossas vidas. E o recado é mais do que claro: todos os profissionais vão precisar se mexer.


Lembre-se de que essas lojas não possuem funcionários.


Quando a gente fala sobre o impacto das novas tecnologias sobre a potencial eliminação de alguns tipos de trabalho, essa é uma realidade quando a gente fala sobre a Amazon Go. E com a sua tecnologia sendo utilizada em outras redes e empresas, isso tende a ser potencializado.


Ou seja: estamos vendo na nossa frente essa transformação acontecer. Esses tipos de trabalhos podem, de fato, desaparecer. Outras tecnologias estão surgindo que farão outras atividades desaparecerem. Por isso, é essencial que cada profissional faça uma reflexão sobre o trabalho que realiza hoje em seu dia-a-dia.


É preciso ficar antenado sobre o que está acontecendo ao seu redor. Em especial, se há tecnologias que podem fazer o que você faz de forma melhor ou com menos custos.

Por outro lado, com novas tecnologias, surgirão novos problemas para serem resolvidos. Novas oportunidades surgirão. E as empresas vão precisar de pessoas para resolver esses problemas. E serão muitos problemas. Alguns mais próximos da nossa realidade. E outros desafios que nem conseguimos imaginar hoje.


As empresas precisarão de pessoas que tenham muita rapidez em aprender coisas novas. Pessoas que conheçam bem as novas tecnologias. Pessoas que utilizem as novas tecnologias como uma ferramenta para criarmos estratégias e definir direções.

As pessoas poderão, inclusive, criar empresas para atender as novas demandas de mercados totalmente novos e inexplorados.


Esse novo mundo vai demandar o desenvolvimento de novas competências para solucionar os problemas que virão. E você precisará começar agora a desenvolver as habilidades que vão ser demandadas em seu mercado ou em outros mercados de alto crescimento e potencial nos próximos anos.


2. O IMPACTO NA FORMA COMO VOCÊ SE DESENVOLVE

Dedicar uma parte do seu tempo para aprender as tendências e focar no seu autodesenvolvimento já é e será cada vez mais crucial.


Você tem clareza do que vem pela frente na sua área de atuaçao nos próximos anos? Você tem clareza sobre os impactos dessas tendências no seu mercado/empresa/área de atuação/trabalho?


Não dá pra saber isso sem dedicar uma parte do seu tempo para ESTUDAR e APRENDER sobre as tendências. E quando eu falo em "ESTUDAR", estou falando em ações que podem ser feitas rapidamente aí mesmo no seu celular, computador ou tablet...


Não estou falando em fazer um curso, uma graduação ou uma pós-graduação. É sobre fuçar no Google. Pesquisar um artigo, um blog bacana, ver vídeo sobre o assunto, começar a ler um livro sobre o assunto, conectar-se e conversar com experts sobre o tema...


O que não faltam hoje são alternativas para quem acelerar seu conhecimento - em qualquer área. E, em grande parte dos casos, de graça ou investindo muito pouco.

E isso vai demandar de você um outro modelo de aprendizado.

Sair da posição passiva, onde professores e a universidade definem o que você vai aprender. E migrar para uma postura totalmente ativa no processo de aprender. Onde você pode pesquisar, conversar com especialistas, criar um roteiro, personalizar a sua aprendizagem...


Aí, você pode dizer: "Mas, a que horas eu vou fazer isso, André? Eu não tenho tempo!"


Qual é a opção então? Não fazer nada para mudar essa realidade? Será que se vc pagasse uma grana para um curso vc não arrumaria o tempo?


Imagine o impacto na sua vida profissional se você parar de aprender e estudar.

Essa não será mais uma alternativa nos próximos anos.

Por conta da velocidade das mudanças, não poderemos mais parar de aprender.


“Live as if you were to die tomorrow. Learn as if you were to live forever.” — Mahatma Gandhi

Nesse post abaixo eu compartilhei um pouco sobre as minhas próprias estratégias para o autodesenvolvimento. Não é uma regra, é claro. Mas pode gerar insights para você.


Você pode clicar nesse link ou na imagem para acessar o post.




3. O IMPACTO PARA A ÁREA DE RECURSOS HUMANOS

A necessidade de acelerar o desenvolvimento das pessoas para a Era Digital já está demandando outra forma de atuar do RH em todas as frentes: atração, desenvolvimento, engajamento, gestão de talentos e até no momento que as pessoas deixam a empresa.


O maior problema que teremos no futuro não será a falta de trabalho. O grande problema que precisaremos resolver será a falta de pessoas com as habilidades para realizar os trabalhos do futuro.


E isso será um grande problema para a sociedade, governos e empresas.


Muitas organizações já descobriram o impacto disso no futuro do seu negócio. E estão investindo PESADO em reequipar seus líderes e times com novas habilidades que vão garantir a sustentabilidade do seu negócio.


A própria Amazon, sabendo de todas essas transformações, anunciou ano passado que vai investir US$700 milhões até 2025 - sim, cerca de R$3,5 BILHÕES para preparar 100.000 funcionários para os desafios da era digital.



É claro que 99,99% das empresas não possuem recursos financeiros tão abundantes para realizar essas ações de forma tão rápida. Entretanto, aí é exatamente onde mora a GRANDE oportunidade para a área de RH.


A necessidade de acelerar o desenvolvimento das pessoas para a Era Digital demanda outra forma de atuar do RH em todas as frentes: atração, desenvolvimento, engajamento, gestão de talentos e até no momento que as pessoas deixam a empresa.


Falo bastante sobre isso no post abaixo.


"7 Perguntas que o RH precisa fazer para criar o Futuro do Negócio" traz um monte de insights bacanas para quem quer começar a repensar a sua forma de atuar como Líder e Profissional de RH diante dos desafios que já estão presentes aí na nossa vida profissional.


Tive a oportunidade de colocar TODAS essas estratégias em ação como Executivo de RH em grandes organizações. O que eu posso afirmar para você, Líder ou Profissional de RH: dá muito impacto!


Você pode acessar o texto clicando aqui ou na imagem abaixo:



4. IMPACTO PARA OS NEGÓCIOS

O seu negócio pode gerar ótimos lucros hoje, o que lhe garante sucesso no presente, mas mudanças como essas da Amazon podem surgir e seu negócio pode ser ameaçado ou colocado para fora do mercado. Quem são as pessoas que estão olhando para o futuro dos seus negócios?


Com esse movimento, a Amazon passa a jogar outro tipo de jogo no varejo. Ela sai do ponto de venda diretamente para dominar toda a tecnologia do setor, gest"ao de estoques, meios de pagamento, dados dos clientes, hãbitos de compra...


Os potenciais impactos se ramificam em tantas áreas que vale a pena você fazer o exercício para o seu próprio negócio:


1. Quais as oportunidadades que isso pode gerar para o seu mercado?

2. Quais os desafios e ameaças?


O que não poderemos fazer é deixar de olhar para o futuro. Precisamos começar a ficar atentos a esses sinais de mudanças. E aos impactos disso tudo no negócio e mercado em que atuamos.


É preciso saber quem serão os seus clientes no futuro. Quais produtos precisam ser criados para resolver os problemas que eles terão nos próximos anos.


Investir tempo em mapear os futuros concorrentes. Ter clareza em como vamos liderar os caminhos do mercado.


Mapear o que precisaremos ser muito bons em fazer. Saber como ou quais habilidades precisamos desenvolver. Saber como seremos relevantes no futuro.


É claro que não há futuro sem as entregas do presente. Mas, com tantos líderes e profissionais cuidando bem do curto prazo, a pergunta que fica é:


Quem são as pessoas que estão olhando para o futuro da sua organização? (André Souza, FUTURO S/A)

Quer saber como começar essa jornada de reflexão? Escrevi um post aqui na FUTURO S/A bem bacana que fala sobre "10 Perguntas Essenciais para Transformar Organizações na Era Digital". Perguntas poderosas que vão lhe ajudar a refletir como iniciar essa jornada na sua empresa.


Você pode acessar o texto completo clicando aqui ou na imagem abaixo.



_____________________


Independente se você é Empreendedor, Executivo de uma Empresa, RH ou um profissional que está começando a sua carreira, a mensagem nào poderia ser mais clara: resistir ao futuro não resolverá o desafio.


As forças e tendências já emergem de diferentes formas.


Estamos vendo a Revolução acontecendo bem na frente dos nossos olhos - e já está dando pra perceber que não será uma transição fácil.


Mas o futuro sempre chega. Teremos sempre mais perguntas do que respostas.

Nessas situações, sairão na frente aqueles que tiverem a coragem de abrir a mente para o novo mundo que está surgindo.


Um mundo onde ainda convivem simultaneamente o velho e o novo.

E saber fazer essa transição rapidamente será essencial. Como diz o Clayton Christessen, um dos grandes papas da inovação mundial:


O NOVO jogo começa ANTES que o velho jogo termine - Clayton Christessen

Grande abraço e até a próxima!



_______________


Não perca mais nenhum Post da Futuro S/A!

Se você curtiu esse post, assine a Newsletter da Futuro S/A para receber os novos posts diretamente em seu email.


É super simples! Basta clicar aqui e registrar seu email.


Leia o nosso Livro!

Centenas de insights sobre como fazer a transformação acontecer nos negócios, na sua carreira e na sua empresa.

www.futurosa.com.br/livro




FALE CONOSCO

Todos os direitos reservados © 2019-2020

FUTURO S/A

  • Instagram Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Spotify ícone social