top of page
Buscar

O ciclo da liderança que gera resultados negativos em sua empresa



A forma mais rápida de fazer uma empresa fracassar é contratar, manter e promover líderes que não deveriam fazer parte da sua empresa.


A figura ao lado mostra um ciclo silencioso que pode fazer com que:


a) seus melhores talentos deixem a empresa,

b) o engajamento das pessoas despenque.

c) os resultados e a produtividade fiquem muito abaixo do esperado.


1. Tudo começa no modelo que sua empresa utiliza para selecionar, contratar e promover líderes.


2. Nem todo mundo sabe como liderar. E a maior parte desses líderes não sabem o que é esperado de um líder em sua empresa.


3. Sem critérios claros sobre o que é valorizado e reconhecido, os líderes começam a "liderar para cima". Ou seja: investem mais tempo e energia em reuniões e fazendo política com os níveis mais seniores da organização. O resultado é a disputa por posições, competição e divisões de territórios dentro da empresa.


4. Sem exemplos positivos na empresa, os líderes que passam a ser contratados e promovidos passam a repetir os comportamentos negativos dos líderes atuais.


Tudo isso cria um ciclo que drena a energia e os resultados da empresa.


Mas como resolver esse desafio?


Muitas empresas recorrem a ações de treinamento e desenvolvimento, mas como você pode observar, é preciso um conjunto mais amplo de ações para transformar a cultura de uma organização.


Veja alguns exemplos:


AÇÃO 1: Tenha um critério para contratar e promover líderes que vá além dos resultados financeiros e da análise de curto prazo.


Foque, por exemplos, em comportamentos e atitudes desse profissional nos últimos anos. Foque no seu modelo de gestão.


Contrate pessoas que já têm os comportamentos e que sua empresa deseja contar daqui para a frente. Seu processo de Recrutamento, Seleção e de Gestão de Talentos precisa estar conectado à cultura que a sua empresa deseja desenvolver.


AÇÃO 2: Proporcione oportunidades de crescimento para quem não deseja se tornar um líder.


Muitos profissionais só se tornam líderes porque, muitas vezes, essa é a única opção disponível para crescer na empresa. Como não curtem gerir times, eles se tornam péssimos líderes.


Ou seja, sua empresa continuará se tornando uma verdadeira geradora de péssimos líderes enquanto não proporcionar outras opções de crescimento para quem não deseja ou não tem aptidão para se tornarem líderes.


AÇÃO 3: Simplesmente não tolere líderes tóxicos.


Cultura não é só o que sua empresa pratica e valoriza. É também sobre o que a sua empresa tolera. Por isso, não tolere detratores da cultura que você deseja desenvolver na sua empresa.


Dê feedback claro (cartão amarelo) para quem é detrator da cultura desejada. Deixe claro os comportamentos que não fazem parte da cultura da sua empresa.


Em casos extremos em que os comportamentos detratores persistam, o caminho, por mais difícil que seja, deve ser o cartão vermelho…


AÇÃO 4: Aplique pesquisas que permitam avaliar a qualidade da liderança na sua empresa.


Desenvolva mecanismos que permitam avaliar individualmente seus líderes. Assim eles podem ter clareza de suas fortalezas e áreas de desenvolvimento considerando a cultura que você deseja colocar em ação na sua organização.


AÇÃO 5: Treine, desenvolva e eleve a qualidade dos seus líderes.

Desenvolva líderes e equipes em todos os níveis para aprenderem a atuar dessa nova forma.


AÇÃO 6: Reconheça e promova os líderes que são exemplos de comportamentos e atitudes.

As equipes precisam ter clareza sobre os comportamentos que são valorizados e reconhecidos. Explique e comunique os motivos que levaram a sua empresa a promover os líderes.


Se esse post pode ser útil para alguém na sua rede, compartilhe!


Um abraço e até a próxima!


 

Sobre o autor


André Souza é fundador da FUTURO S/A, empresa que ajuda organizações a realizarem transformações em suas estratégias e ações de RH.


Nos últimos 20 anos, André atuou como Executivo de RH liderando equipes e projetos na América Latina, EUA e Europa em grandes organizações como Bayer, Monsanto, Coca-Cola Company, Newell Brands & Nokia.


André é formado em Administração pela UERJ e Mestre Acadêmico em Administração de Empresas pela PUC-Rio. Além disso, possui Certificação Internacional em “Futures Thinking & Foresight” pelo Institute for the Future em Palo Alto, na Califórnia (EUA).


André é autor de 3 livros:




0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commenti


FALE CONOSCO

Obrigado pelo envio!

bottom of page