Qual o melhor momento para fazer benchmarking com outras empresas?



"André, existe isso mesmo de melhor momento para fazer benchmarking? Nâo é só a gente conversar a qualquer momento com as empresas que já fizeram o que a gente quer fazer? Quanto mais rápido fizermos esse benchmarking melhor, certo? Ou não?"


Foi assim que uma integrante da minha equipe me questionou quando eu perguntei a ela se era realmente o melhor momento de fazer um benchmarking.


Então, cada um tem sua forma de pensar em relação a esse tema. Vou compartilhar o que sempre funcionou muito bem para mim e para as minhas equipes.


Sem muitas delongas: ao longo de mais de 20 anos trabalhando com grandes organizações, percebi que os melhores benefícios da prática do benchmarking eram colhidos a partir de um determinado momento:


Comecei a perceber que o melhor momento para uma empresa fazer benchmarking era quando duas situações aconteciam:


1) Quando os líderes do projeto tinham grande clareza e conhecimento profundo sobre aquele assunto e; 2) Quando estava super claro para a empresa o resultado que ela desejava atingir com aquela transformação.



Por exemplo: vamos imaginar uma empresa que deseja alterar seu modelo de gestão de performance. Antes de tomar qualquer ação relacionada a benchmarking, o ideal é que a empresa estude e mergulhe nos conceitos de gestão de performance. E que tenha clareza do que pretende atingir com essa transformação. E só então conversar com outras empresas sobre o tema.


E qual o problema de fazer benchmarking antes desse "mergulho profundo" sobre o tema? Fazer benchmarking antes de ter essa clareza faz com que sua área/empresa corra um grande risco: achar que uma ótima ideia que deu certo em uma empresa vai dar super certo na SUA empresa.


Por mais que a gente fale que isso não vai acontecer, que é apenas um bate-papo informal com outras empresas, infelizmente é o que acaba acontecendo até inconscientemente... Muitas vezes, o fascínio pelos resultados obtidos por uma outra empresa acaba dando a impressão de que foi encontrada uma “fórmula” para fazer o mesmo na sua empresa.


Buscar esse atalho acaba sendo tentador. Mas quando falamos sobre qualquer processo de transformação ou mudança em uma área ou na empresa todo cuidado é pouco.