O teste simples da Netflix para criar times de alta performance



Se você ficou curioso para saber qual é o teste, a resposta é bem simples. É uma pergunta que faz parte da Cultura da Netflix para identificar se suas equipes contam com profissionais de grande talento e alta performance.


Veja abaixo. Essa pergunta é o que a Netflix chama de "Keeper Test".



Mas se você quiser ir além dessa pergunta e entender a sua origem e a importância para a criação de uma cultura de alta performance em uma organização eu super recomendo seguir no texto.


É uma história muito interessante para refletir sobre tomada de decisão e sobre como desenvolver elementos que vão sustentar a cultura em uma empresa. Os trechos das falas do Reed Haastings (fundador da Netflix) que você vai conferir abaixo são do livro recente dele (que é excelente) chamado "A regra é não ter regras".


A origem dessa pergunta vem de 2001 - sim há 20 anos! Apenas 3 anos após a sua fundação, a Netflix passava por uma grande crise e teve que demitir 1/3 dos seus 120 funcionários.


Mas a pergunta natural que Reed Haastings (que era o CEO da empresa) e Paty McCord (que liderava o RH) tinham era a seguinte: quais os critérios que eles utilizariam para identificar quem ficaria e quem deixaria a empresa?


Não foi uma decisão das mais fáceis, mas de acordo com o próprio Reed Haastings isso resultou em um insight poderosíssimo que criou um dos elementos-chave da Cultura da Netflix: a alta performance.


Veja o relato do próprio Reed Haastings:


"Sentei-me com Marc e Patty McCord (...) e estudamos a contribuição de cada funcionário. Não tínhamos nenhum profissional com desempenho obviamente ruim.


Então dividimos a equipe em duas partes: os 80 de melhor desempenho que manteríamos e os 40 menos incríveis que teríamos que abrir mão.


Aqueles que foram excepcionalmente criativos, fizeram um ótimo trabalho e colaboraram bem com os outros foram imediatamente para a pilha daqueles que manteríamos (os chamados “keepers”).