Qual a diferença entre Cultura e Clima Organizacional?




Qual é a diferença entre CULTURA organizacional e CLIMA organizacional? Às vezes vemos os termos sendo usados como sinônimos. Mas será que existem diferenças?


Sim, há diferenças! Veja: uma empresa pode ter hoje um clima fantástico, com o pessoal super feliz e engajado, mas mesmo assim ter uma cultura que não tem nada a ver com você e com uma gama de perfis profissionais.


Pode ter um clima espetacular hoje e uma cultura que tenha contribuído demais para o sucesso da empresa até aqui, mas essa mesma cultura pode impedir que a estratégia dessa empresa tenha sucesso nos próximos anos.


Enquanto clima mede a “temperatura” em um determinado momento da empresa, a cultura funciona como um sistema que molda o jeito que aquela organização opera.


Clima é olhar a fotografia.

É o registro de um momento da empresa.


Cultura é olhar a organização de uma forma mais dinâmica, como algo em movimento, como um filme. Diálogos, iluminação, figurino, os diálogos, os atores… quando tudo isso se combina, compreendemos de forma mais clara a mensagem completa e todas as nuances de um filme.


O mesmo ocorre com a Cultura de uma

empresa. O estilo de comunicação, o perfil dos líderes, como as decisões são tomadas, a estrutura física e tecnológica, o desenho organizacional, o que é valorizado, o que é punido, quem é contratado, quem é promovido, quem é demitido… esses são apenas alguns itens que vão se desenvolvendo ao longo do tempo e que moldam o que chamamos de “cultura”.


A empresa é um organismo, um sistema vivo, complexo e dinâmico com diversas interações entre pessoas e grupos dentro e fora da empresa.


O clima traduz o que está acontecendo em um determinado momento. É algo que pode ser influenciado pelos resultados e pressões de curto prazo. Clima demanda ações mais imediatas.


A cultura vai além desse momento presente. Cultura está a serviço da estratégia para fazer a empresa vencer em seu mercado. É o elo entre a estratégia e a alta performance. Por isso, suas ações precisam estar conectadas à estratégia do negócio.


Esse é um tema muito interessante e cheio de nuances. Daria para escrever um livro sobre esse assunto. Mas compreender bem pelo menos algumas dessas diferenças é essencial para, por exemplo:


1. Tomar boas decisões de carreira.

2. identificar os projetos que precisam ser priorizados na sua empresa.

3. gerar alto qualquer processo de transformação.

4. criar estratégias poderosas para atrair, engajar e desenvolver os talentos que a sua aua organização precisa.


Se você quiser saber mais sobre Cultura Organizacional, clique aqui para acessar o post “16 gargalos que bloqueiam o desenvolvimento de uma nova cultura”.

 






0 comentário

FALE CONOSCO

Obrigado pelo envio!