No mundo digital, a sua empresa é ponto, linha ou plano?



Todas as empresas estão buscando se tornar digitais. Mas o grande desafio é que muitas empresas iniciam essa jornada de transformação utilizando abordagens estratégicas tradicionais.


No passado, estratégia era quase sinônimo de planejamento estratégico: planos estáticos com a abordagem tradicional de analisar, planejar e executar. Mas, a revolução digital transformou o mundo dos negócios. Mudou a velocidade de rotação do mundo. Acelerou a tomada de decisão. Mudou conceitos e modelos.


No mundo atual, não é mais possível ter uma estratégia conectada a planos imutáveis.


Hoje e nos próximos anos, a estratégia demanda interação constante entre visão e ação. Requer feedback constante sobre os resultados de cada ação.


As empresas que não mudarem a forma como fazem suas estratégias terão muitas dificuldades em terem sucesso daqui pra frente.


O conceito das empresas inteligentes em um mundo em rede

Há uma abordagem muito interessante e super atual criada por Ming Zeng, que foi Estrategista-Chefe do Alibaba por mais de 10 anos. Uma abordagem mais adequada à velocidade e complexidade do mundo em que vivemos.


E principalmente: é uma forma poderosa de entendermos como a organização em que atuamos está posicionada em uma rede.


Ming Zeng, ex-Estrategista do Alibaba e Professor



Hoje as empresas fazem parte de uma rede interligada. Cada uma delas desempenha um papel nessa rede. Não existe um papel melhor ou pior. Existe o papel adequado à visão, à estratégia e à capacidade da empresa. (Ming Zeng)

Esse é o modelo proposto por Ming Zeng. Ele atualiza a abordagem estratégica tradicional considerando que pessoas e empresas nessa era digital e interconectada vivem em um ecossistema com três papéis:


Zeng chama esses papéis de ponto, linha e plano.