top of page
Buscar

4 perguntas que o ex-CEO do PayPal fazia para contratar talentos que criaram empresas bilionárias.



Peter Thiel foi um dos fundadores do PayPal junto com Elon Musk e outros sócios.


Pelo Paypal passaram nomes como:


✅ Reid Hofman (fundador do LinkedIn).

✅ Steve Chain e Chad Hurley (fundadores do Youtube).


A cultura desenvolvida por Peter Thiel e os líderes no Paypal transformou a empresa um berço de empreendedores (a famosa "PayPal Mafia") que criaram ou ajudaram a criar empresas e marcas bilionárias como Tesla, OpenAI, LinkedIn, SpaceX, Youtube, Facebook, Airbnb, entre outras.



Mas como o PayPal fazia para contratar tanta gente com esse perfil?


Como foi possível fazer com que tantos jovens talentos se transformassem em empreendedores com empresas bilionárias?


Em um conteúdo bem interessante no Twitter (X), o Sean Kelly comentou sobre o "modelo" do Peter Thiel, ex-CEO do PayPal para identificar talentos com pensamento empreendedor.


De acordo com ele, essas são as 4 perguntas que Peter Thiel fazia constantemente para selecionar pessoas para trabalhar com ele:


✅ Pergunta 1: Diga-me algo que seja verdade e que quase ninguém concorde com você.


Nessa pergunta, Thiel buscava identificar se a pessoa conseguia pensar de forma independente.


Para Thiel, se a pessoa conseguia pensar de forma contrária à maioria e ainda conseguisse elaborar bons argumentos para mostrar que sua ideia estava certa, isso era um indicador claro de que aquele profissional tinha a capacidade real de inovar. E que era uma pessoa conseguia ver coisas que as demais pessoas não viam.

✅ Pergunta 2: O quanto você será bem-sucedido nos próximos anos?


Aqui, Thiel buscava identificar se a pessoa tinha algum tipo de aspiração e, principalmente:


- se tinha um plano para chegar lá.

- e também sobre o quanto essa pessoa falava de forma entusiasmada e confiante sobre suas aspirações e ambições.


Para Thiel, isso mostrava claramente que essa pessoa tinha um pensamento empreendedor. Era uma pessoa orientada a criar uma visão de futuro e principalmente: uma pessoa que tinha a capacidade de colocar essa visão em ação.


À esquerda, Peter Thiel....e sim, o cara da direita é o Elon Musk!



✅ Pergunta 3: As pessoas com quem você conversou aqui no PayPal seriam pessoas que você tomaria uma cerveja depois do trabalho?


A pergunta 3 era um insight mais para o próprio Peter Thiel....


Para ele, era importante que o trabalho se tornasse um lugar para se fazer amizades para a vida. E isso valia muito sobre a aprovação dele sobre um candidato.


"Nós não contratávamos apenas os nossos amigos. Mas a pergunta era: nós poderíamos ser amigos dessas pessoas?"

Ano 1 do PayPal


Pergunta 4: Competências "Ying-Yang"


A pergunta 4 não é bem uma pergunta... Aqui Peter Thiel buscava mapear se a pessoa tinha competências que se complementavam.


Uma espécie de "ying-yang": duas forças opostas unificadas em harmonia para favorecer o movimento, as ações e as mudanças....


Por exemplo:


Pessoas que têm uma visão diferente única das coisas e que, ao mesmo tempo, trabalham bem em equipe. Ou pessoas que são introvertidas e que, ao mesmo tempo, conseguem fazer um bom 'pitch' de vendas para uma plateia.

Abaixo ele resume um pouco dessa sua forma de pensar...

Vale o play. Vídeo de apenas 1 minuto! :-)



O que é interessante notar é como um comportamento de um líder pode influenciar o modelo de contratação de uma empresa.


Um CEO que realiza entrevistas de forma intencional, baseando-se em valores que sejam realmente relevantes para ele e para a empresa tem um grade potencial de transformar isso em CULTURA.


***


E você? O que achou dessa abordagem de Peter Thiel para contratar pessoas?


Qual dessas perguntas você achou mais interessante?



Qual das perguntas de Peter Thiel você achou mais interessante?

  • Pergunta 1: Pensamento independente.

  • Pergunta 2: O quanto será bem-sucedido nos próximos anos.

  • Pergunta 3: Amizade no trabalho.

  • Pergunta 4: Competências Ying-Yang


 

Sobre o autor


André Souza é fundador da FUTURO S/A, consultoria que ajuda a realizar transformações na Estratégia, no RH e na Cultura de grandes empresas.


André atuou como Executivo de RH em posições de liderança globais e na América Latina em grandes empresas com Bayer, Monsanto, Newell Brands, Coca-Cola e Nokia.


André é Mestre em Administração e autor de 4 livros:




0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commenti


FALE CONOSCO

Obrigado pelo envio!

bottom of page