top of page
Buscar

Esse tipo de prejuízo pode acabar com uma empresa. Mas poucos líderes conhecem ou sabem mapeá-lo.


Esse prejuízo pode acabar com o seu negócio. E quase nenhuma empresa conhece ou tem indicadores para medir esse resultado.


Estou falando do prejuízo cultural.

Prejuízo cultural? Nunca ouviu falar?


É algo que poucas empresas medem.

Pouquíssimas empresas focam nisso.


Prejuízo Cultural pode ser fatal para a saúde de qualquer empresa.


Prejuízo cultural acontece quando comportamentos, atitudes e hábitos NEGATIVOS dos líderes acontecem com tanta frequência que geram ineficiência em larga escala em uma empresa.


***


Quanto maior a energia consumida em trabalho improdutivo, maior o prejuízo para a organização.


***


Quanto mais esses comportamentos fazem parte da cultura, mais difícil é a mudança. E é por isso que o prejuízo cultural pode ser tão impactante a ponto de acabar com um negócio.


***


Qualquer texto ou palestra sobre Cultura vai reforçar que Cultura é importante para qualquer empresa.


Mas quantas organizações realmente saem da subjetividade desse tema?


Quantas fazem um diagnóstico da sua cultura atual?


Quantas sabem se têm prejuízo cultural?


***


E exemplos não faltam no mundo dos negócios em que a cultura acabou levando o negócio para o buraco.



Prejuízo cultural acontece, por exemplo, quando há profissionais que atuam com valores contrários aos da organização e nada é feito.


É quando uma empresa diz que é inovadora, mas que no dia-a-dia não abre espaço para as novas ideias.


Burocracia. Silos. Excesso de controle.

Hierarquia exacerbada.

Excesso de foco no curto prazo.

Liderança tóxica.

Microgerenciamento.


Todos esses elementos são exemplos de comportamentos e atitudes que geram trabalho improdutivo e ineficiência.


Quanto mais tempo e energia a organização dedica a esses temas, maiores serão os prejuízos para a empresa no curto, médio e longo prazo.


No assessment de cultura do Barrett (a qual somos certificados e já aplicamos em diversos clientes como parte do diagnóstico de cultura) esses elementos são chamados de "valores limitantes".


Mas na nossa visão eles são mais do que valores limitantes.


Esses valores, comportamentos e atitudes causam prejuízo real!


É por isso que quando converso sobre o tema com líderes, eu os chamo de prejuízo cultural!




Os problemas que o prejuízo cultural gera


Quando não é tratado de forma objetiva, o prejuízo cultural pode gerar inúmeros problemas:


❌ Desengajamento das pessoas.

❌ Impactos na saúde mental: depressão, burnout etc.

❌ Perda de talentos.

❌ Alto turnover de funcionários.

❌ Dificuldade em atrair talentos.

❌ Problemas de sucessão.

❌ Desafios para bater metas.

❌ Problemas de performance.

❌ Insatisfação e perda de clientes.


No final das contas, tudo isso vai se transformar, mais cedo ou mais tarde, em um grande PREJUÍZO FINANCEIRO.


O PREJUÍZO FINANCEIRO causado pelo PREJUÍZO CULTURAL tende a não ser pontual pois é algo passa a fazer parte da cultura da organização.



As perguntas que mais ouço de líderes sobre Prejuízo Cultural


Quando empreendedores e líderes passam a conhecer o conceito, essas são as duas perguntas mais frequentes que eles me fazem:


Pergunta 1:

"André, é possível identificar o nível de prejuízo cultural na minha organização?"


Sim, é perfeitamente possível. A 1a etapa do nosso modelo dos 4 Ds da Evolução Cultural é focado exatamente no diagnóstico da cultura atual.


Se quiser saber mais detalhes, envie uma mensagem.


Pergunta 2:

"André, é possível reverter esse prejuízo cultural?"


A resposta é sim, mas tem um problema... Quanto mais tempo esses comportamentos negativos se instalam, mais desafiadora é a mudança.


Se você já desconfia que existem desafios na sua cultura, é importante fazer esse diagnóstico o quanto antes.


Quanto mais rápido você identificar os elementos que estão causando esse prejuízo cultural, mais fácil será para você resolvê-los.


Afinal, para transformar uma cultura é preciso TEMPO.


***


Se você já sente que existem problemas na sua cultura, foque o quanto antes em resolver esses problemas.


Prejuízo cultural é algo que quase nenhuma empresa mede.

Quase nenhuma empresa foca nisso.

E é algo que pode ser fatal para a saúde de qualquer empresa.


Um abraço e até a próxima!




 

Sobre o autor


André Souza é fundador da FUTURO S/A.


Nos últimos 20 anos, André atuou como Executivo de RH liderando equipes e projetos na América Latina, EUA e Europa em grandes organizações como Bayer, Monsanto, Coca-Cola Company, Newell Brands & Nokia.


André é formado em Administração pela UERJ e Mestre Acadêmico em Administração de Empresas pela PUC-Rio. Além disso, possui Certificação Internacional em “Futures Thinking & Foresight” pelo Institute for the Future em Palo Alto, na Califórnia (EUA).


André é autor de 3 livros:



Clique aqui e baixe grátis as primeiras páginas dos livros.


 

Conheça os 4 Ds da Transformação Cultural




0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


FALE CONOSCO

Obrigado pelo envio!

bottom of page