5 Perguntas sobre o Futuro para Artur Vilas Boas, Fundador da Future4



Meu convidado para a série "5 Perguntas sobre o Futuro" dessa semana é o Artur Vilas Boas, fundador da Future4 e que liderou por muitos anos o Núcleo de Empreendedorismo da USP.


Eu conheci o Artur ano passado, quando ainda era Executivo de RH na Bayer. Naquela oportunidade, eu moderei um Painel sobre Inovação com a participação de Empresas, Start-ups e o Mundo Acadêmico.


E o Artur, como Coordenador do Núcleo de Empreendedorismo da USP era exatamente o condidado representando as ações do mundo acadêmico na área da Inovação e do Empreendedorismo.


Continuamos em contato e tivemos a oportunidade de bater um papo recentemente. O Artur tinha excelentes notícias, pois ele estava fundando a Future4. Se você não conhece ainda, clique aqui.


A Future4 forma profissionais para atuar na área de Tecnologia. Mas, com um diferencial: o participante só paga o curso após estar empregado.


Bom, o Artur vai explicar melhor nesse papo, onde falamos, por exemplo:


  • Da aproximação das Universidades com as startups.

  • O Futuro das Universidades e do Mundo Acadêmico.

  • Sobre a FUTURE4, sua startup recém-criada.

  • E sobre a visão do Artur sobre o Futuro do Trabalho.


Confira porque está super bacana!


1. Artur, na sua atuação no Núcleo de Empreendedorismo da USP, você tem se envolvido bastante no mundo das startups... esse tipo de aproximação das Universidades com os ecossistemas de Inovação e Startups é super comum no exterior (MIT, Berkeley, na Finlandia, na China...). Quais os benefícios que você vê na aproximação desses universos?

A universidade pode exercer um papel super importante em ecossistemas de inovação e startups. Esse foi inclusive um dos tópicos da minha dissertação de mestrado.


Algumas das principais funções, a meu ver, são:


  • Formação de capital humano qualificado, não somente formando empreendedores, mas também formando talentos para trabalhar em startups;

  • Disponibilidade de espaço físico para empresas nascentes e eventos que construam uma atmosfera vibrante na região;

  • Transferência de conhecimento conectando pesquisadores com empresas inovadoras;

  • Produção de conhecimento de modo a tornar a sociedade mais crítica e bem informada.


Essa aproximação está no coração dos grandes ecossistemas - um exemplo é a fundação da HP, na Califórnia.


Os sócios, Hewlett e Packard, foram conectad